Melhores Nefrologistas de Belo Horizonte

Ao receber o diagnóstico de problema renal ou apresentar um dos sintomas, você precisa se consultar imediatamente com um especialista.

E aí surge a dúvida: “Qual o melhor médico Nefrologista de Belo Horizonte?”.

Para ajudar na sua busca dos melhores Nefrologistas de BH, preparamos um ranking, onde realizamos uma criteriosa pesquisa no ano de 2021 em nossos canais eletrônicos, em que nossos queridos leitores de Belo Horizonte contribuíram mencionando qual o melhor nefrologista da capital mineira.

Tratam-se de pacientes que realizam ou realizaram nos últimos anos, tratamento de doença renal e já consultaram-se com vários médicos especialistas em Nefrologia na cidade de Belo Horizonte.

O ranking é composto pelos médicos mais citados pelos leitores, além de outros critérios que incluem: excelência no atendimento ao paciente, educação, residência, certificação do conselho, reputação profissional, afiliação ao hospital, nomeação do corpo docente da faculdade de medicina, experiência e histórico disciplinar.

Conheça a seguir:

Melhores Nefrologistas de Belo Horizonte

1-            Dr. Fernando Lucas

https://www.doctoralia.com.br/fernando-das-merces-de-lucas-junior-2/nefrologista/belo-horizonte

2-            Dr. José Neto

https://www.drjoseneto.com.br/

3-            Dr. Alexandre Coelho

https://www.doctoralia.com.br/alexandre-carvalho-pinto-coelho/nefrologista/belo-horizonte

4-            Dr. Augusto Cesar

https://www.doctoralia.com.br/augusto-cesar-soares-dos-santos-junior/nefrologista/belo-horizonte

5-            Dr. Fabricio Barbosa

https://www.doctoralia.com.br/fabricio-augusto-marques-barbosa/nefrologista-medico-clinico-geral/belo-horizonte

6-            Dr. Felippe Fagioli

https://www.doctoralia.com.br/felippe-goncalves-declie-fagioli/especialista-em-clinica-medica-nefrologista/belo-horizonte

7-            Dra. Fernanda Ribeiro

https://www.doctoralia.com.br/fernanda-martins-ribeiro-2/nefrologista/belo-horizonte

8-            Dr. Guilherme Raposo

https://www.doctoralia.com.br/guilherme-de-resende-raposo/nefrologista-medico-clinico-geral/belo-horizonte?gclid=Cj0KCQiAxoiQBhCRARIsAPsvo-wfebtqPNxvLe4ulwAo3NAdey9kFdR4dET-_ZyxD5xk9TL6EWFoNcgaAjtLEALw_wcB

9-            Dra. Jenaine Paixão

https://www.doctoralia.com.br/jenaine-paixao/nefrologista-medico-clinico-geral/belo-horizonte#

10-         Dr. Luis Trindade

https://www.doctoralia.com.br/luis-gustavo-trindade/medico-clinico-geral-nefrologista/belo-horizonte?gclid=Cj0KCQiAxoiQBhCRARIsAPsvo-wwiGflEg81Ift0neIf9cuN3cmuHl6C0UsaAnRdNhERRwT6TY_gTBUaAh1aEALw_wcB#

Os médicos aqui citados, não possuem qualquer ligação comercial com o nosso Portal de Notícias de Nefrologia.

Trata-se de uma pesquisa sem fins lucrativos, com o objetivo de ajudar o nosso leitor mineiro na busca de um especialista.

Amigo leitor, nossa matéria não acaba por aqui. Continue conosco.

Como Escolher seu médico especialista em Rins?

A capital mineira conta com ótimos especialistas em Nefrologia e nos parágrafos acima, apresentamos os melhores segundo nosso ranking. Mas você precisa escolher um especialista para iniciar o seu tratamento e, por isso, elaboramos 8 dicas para você escolher o melhor médico nefrologista de BH.

Uma decisão pessoal

Consultar um nefrologista logo no início do diagnóstico de doença renal, pode fazer com que você se sinta melhor e o tratamento pode ajudar os seus rins funcionarem melhor. Seu nefrologista está lá para orientá-lo em muitas decisões sobre como proteger sua saúde e tratar seus problemas renais. Como você encontra o melhor nefrologista que é certo para você? Aqui estão alguns fatores importantes a serem considerados.

1. Obtenha referências

Comece buscando uma lista de nefrologistas na sua cidade – nesse caso abordaremos o melhores profissionais de Belo Horizonte (BH) e região – procure referencias no Google e em sites médicos. Você também pode pedir recomendações a familiares, amigos e outros profissionais de saúde. Reserve um tempo para pesquisar as credenciais e a experiência dos médicos. À medida que sua lista diminuir, ligue para o consultório de cada nefrologista e peça uma consulta para conhecer o especialista.

2. Pesquise as credenciais do nefrologista

A certificação do conselho é um dos fatores mais importantes a se considerar ao escolher um nefrologista. Ele informa que o médico tem o treinamento, as habilidades e a experiência necessárias para fornecer cuidados de saúde em nefrologia. Confirme também que o nefrologista não tem histórico de denúncias de imperícia ou ações disciplinares. Você pode encontrar a faculdade de medicina do nefrologista, o hospital de residência, as certificações e o histórico de negligência, se houver, nos buscadores, como Google e Bing.

3. Considere a experiência do nefrologista

Quando se trata de saúde, a experiência é importante. Quanto mais experiência um nefrologista tiver com uma condição ou procedimento, melhores serão os resultados. Pergunte quantos pacientes com sua condição específica o nefrologista tratou aproximadamente. Se você sabe que precisa de um procedimento específico, pergunte quantos procedimentos o médico realizou e descubra as taxas de complicações que ele encontrou, bem como, seu próprio risco de complicações.

4. Considere o gênero

É importante se sentir confortável com o sexo do seu nefrologista porque você precisará discutir abertamente as informações pessoais. Quando se trata de doença renal , seu próprio gênero também é uma consideração importante. Os nefrologistas estão se tornando mais hábeis em cuidar de mulheres e homens de maneira diferente. Pergunte ao nefrologista sobre a experiência dele, especificamente relacionada à sua condição e seu gênero.

5. Pesquisa de Qualidade Hospitalar

O hospital do seu médico é o seu hospital. Por esse motivo, considere a qualidade do atendimento no hospital e centro de diálise onde o nefrologista pode prestar atendimento. A qualidade do hospital é importante para você, porque os pacientes em clínicas premium têm menos complicações e melhores taxas de sobrevida. Além disso, considere se a localização do hospital é importante para você. Testes, tratamentos ou visitas de acompanhamento frequentes podem significar que você precisa de um local agradável e com todos estrutura necessária para o seu tratamento renal.

6. Avalie o estilo de comunicação

Escolha um nefrologista com quem você se sinta confortável para conversar e que apoie suas necessidades de informação. Quando você encontrar o nefrologista pela primeira vez, faça uma pergunta e observe como ele responde. Ele ou ela aceita suas perguntas e as responde de maneira que você possa entender? Depois, analise se ele te atendeu de forma rápida e sem muitas explicações, ou se abordou com cuidado, as questões que você levantou. Encontre um nefrologista que demonstre interesse em conhecê-lo, que considere suas preferências de tratamento e que respeite seu processo de tomada de decisão.

7. Leia avaliações de pacientes

Ler o que outras pessoas têm a dizer sobre um médico pode fornecer informações sobre como um médico pratica a medicina e também como sua prática médica funciona. As avaliações dos pacientes geralmente refletem a experiência das pessoas com o agendamento de consultas, tempos de espera, ambiente de escritório e simpatia da equipe de escritório. Você pode aprender até que ponto os pacientes confiam no médico, quanto tempo ele passa com seus pacientes e como ele responde bem às perguntas.

8. Saiba o que o seu plano de saúde cobre

A cobertura do seu plano de saúde pode ser uma questão fundamental. Para receber o máximo de benefícios do plano de saúde e pagar o mínimo pelo seu atendimento, pode ser necessário escolher um nefrologista que participe do seu plano. Você ainda deve considerar as credenciais, a experiência, os resultados e a qualidade do hospital ao selecionar um nefrologista de seu plano.

Como sei que devo procurar um Nefrologista?

O Artigo abaixo daremos algumas dicas sobre sintomas comuns. Independente de ter sintomas ou não voce deve sempre fazer seus exames periodicamente e procure um medico especializado em tratamento renal.

 

+ Bônus

Como posso saber se tenho doença renal?

Os sinais de doença renal são fáceis de ignorar. Muitos parecem com sintomas de problemas de saúde comuns. Os sinais mais graves podem não aparecer até que seus rins comecem a falhar. É por isso que apenas 10% das pessoas com doença renal crônica sabem que a possuem.

Saber os sinais de alerta pode ajudá-lo a ser diagnosticado e tratado precocemente, ajuda evitar problemas de saúde mais sérios.

O que é doença renal?

Seus rins – órgãos em forma de feijão em cada lado da coluna – são pequenos, mas desempenham um papel importante no que diz respeito à sua saúde. Eles filtram a água extra e os resíduos do sangue, fazem urina e ajudam a controlar a pressão arterial. Se eles estiverem danificados e pararem de funcionar como deveriam, você tem doença renal.

Várias condições aumentam suas chances de obter doença renal, como:

  • Diabetes;
  • Pressão alta;
  • Doença cardíaca;
  • Fumar;
  • Obesidade;
  • Envelhecimento.

O que observar

A doença renal piora com o tempo, à medida que resíduos e fluidos se acumulam em seu corpo. Aqui estão os sinais de alerta:

  • Alterações na sua urina: você pode fazer xixi mais ou menos do que o normal, ou você pode notar uma mudança na cor ou que seu xixi está espumoso. Isso significa que a proteína está vazando dos rins. Sangue na urina é outro sinal;
  • Pele seca e com coceira: isso pode acontecer quando seus rins não são mais capazes de equilibrar os minerais e nutrientes em seu sangue;
  • Inchaço: seus rins ajudam a equilibrar a quantidade de sódio (sal) em seu corpo. Quando eles não estão funcionando bem, seu corpo acumula o sal extra. Isso pode causar inchaço na pele ao redor dos tornozelos e pés. Você também pode notar nas mãos ou ao redor dos olhos;
  • Estômago embrulhando: o acúmulo de resíduos no sangue pode causar náuseas e perda de apetite;
  • Fadiga: os rins produzem um hormônio que diz ao corpo para produzir glóbulos vermelhos que transportam oxigênio por todo o corpo. Se eles não estiverem funcionando direito, isso não será feito e você pode ter um problema de saúde chamado anemia. Você pode se sentir cansado, mesmo depois de descansar. A qualidade do seu sono também pode ser prejudicada.

Obtendo um Diagnóstico

Se você acha que está sob risco de doença renal, peça ao seu médico para testar a função renal. Isso requer um teste de urina e um teste de sangue.

Em um teste de urina, o médico procurará vestígios de sangue. Eles também verificarão se há um tipo de proteína chamada albumina no seu xixi. Se o resultado for positivo, eles podem querer um novo teste para confirmar.

Em um exame de sangue, os médicos procuram um produto residual chamado creatinina. Quando os rins estão danificados, eles têm dificuldade em limpar isso de seu sangue. Assim que o médico souber a quantidade de creatinina no sangue, ele poderá usá-la, junto com sua idade, etnia e sexo, para medir o funcionamento dos rins.

Tratamento

É raro que uma doença renal simplesmente desapareça. Com o tempo, é provável que se agrave. Por isso, quanto mais cedo você descobrir que a tem, melhor. O tratamento precoce pode evitar que seus rins falhem. Mas não existe um tratamento especifico para essa condição. Depende de muitas variáveis, inclusive a causa da doença renal.

Seu médico provavelmente começará cuidando de outras condições que você tem. Por exemplo, você pode precisar iniciar uma medicação diária para reduzir sua pressão arterial ou colesterol. Os sintomas causados ​​pela doença renal, como anemia ou inchaço, também podem ser tratados com medicamentos.

Mudanças no estilo de vida podem ajudar:
  • Tente malhar com frequência e chegar ao peso ideal para você;
  • Coma menos proteína e sal para reduzir a quantidade de trabalho que seus rins devem realizar;
  • Observe a quantidade de álcool que você bebe;
  • Se você fuma, agora é uma boa hora para parar;
  • Evite tomar anti-inflamatórios não esteroides (AINEs) sem receita, pois é prejdicial para os rins.

Seu objetivo é manter seus rins funcionando o máximo que puderem. Pessoas cujos rins falham precisam de diálise (um tratamento que limpa os resíduos do sangue) ou um transplante de rim para viver.

Esperamos ter contribuído acerca das suas principais dúvidas sobre tratamento renal. Entretanto, nossos artigos são meramente informativos e não substitui em nenhuma hipótese, a consulta com um especialista.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.