Prevenção da Doença Renal Crônica

É mais provável que você desenvolva doença renal se tiver:

  • diabetes;
  • pressão alta;
  • doença cardíaca;
  • uma história familiar de insuficiência renal.

O que posso fazer para manter meus rins saudáveis?

Você pode proteger seus rins prevenindo ou gerenciando condições de saúde que causam danos nos rins, como diabetes e pressão alta. As etapas descritas abaixo podem ajudar a manter todo o seu corpo saudável, incluindo os rins.

Durante sua próxima consulta médica, você pode perguntar ao seu médico sobre sua saúde renal. A doença renal precoce pode não apresentar nenhum sintoma, portanto, fazer o teste pode ser a única maneira de saber se seus rins estão saudáveis. Seu médico ajudará a decidir com que frequência você deve ser testado.

Consulte um médico imediatamente se você desenvolver uma infecção do trato urinário (ITU), que pode causar danos nos rins se não for tratada.

Faça escolhas alimentares saudáveis

Escolha alimentos saudáveis ​​para o coração e para todo o corpo: frutas frescas, vegetais frescos ou congelados, grãos integrais e laticínios com baixo teor de gordura ou sem gordura. Coma refeições saudáveis ​​e reduza o sal e os açúcares adicionados. Recomenda-se consumir menos de 2.300 miligramas de sódio por dia. Tente ter menos de 10% de suas calorias diárias provenientes de açúcares adicionados.

Escolha alimentos saudáveis ​​para o seu corpo.

Dicas para fazer escolhas alimentares saudáveis

  • Cozinhe com uma mistura de especiarias em vez de sal;
  • Escolha coberturas vegetarianas, como espinafre, brócolis e pimentão para sua pizza;
  • Tente assar ou grelhar carne, frango e peixe em vez de fritar;
  • Sirva alimentos sem molho ou gorduras adicionadas;
  • Tente escolher alimentos com pouco ou nenhum açúcar adicionado;
  • Gradualmente, diminua o leite integral para 2% de leite até que você esteja bebendo e cozinhando com leite sem gordura (desnatado) ou com baixo teor de gordura e produtos lácteos;
  • Coma alimentos feitos de grãos integrais – como trigo integral, arroz integral, aveia e milho integral – todos os dias. Use pão integral para torradas e sanduíches; substitua o arroz integral por arroz branco para refeições caseiras e ao jantar fora;
  • Leia os rótulos dos alimentos. Escolha alimentos com baixo teor de gorduras saturadas, gorduras trans, colesterol, sal (sódio) e açúcares adicionados;
  • Desacelere na hora do lanche. Comer um saco de pipoca com baixo teor de gordura leva mais tempo do que comer uma fatia de bolo. Descasque e coma uma laranja em vez de beber suco de laranja;
  • Tente manter um registro escrito do que você come por uma semana. Pode ajudá-lo a ver quando você tende a comer demais ou comer alimentos ricos em gordura ou calorias.

Se você tem diabetes, pressão alta ou doença cardíaca, é importante se consultar com um nutricionista para criar um plano de refeições que atenda às suas necessidades.

Pratique atividade física

Faça exercícios por 30 minutos ou mais no mínimo 4x por semana. Se você não estiver praticando nenhuma atividade física atualmente, pergunte ao seu médico sobre os tipos e a quantidade de exercícios recomendados para você. Adicione mais atividade à sua vida com essas dicas para ajudá-lo a se manter ativo.

Mantenha um peso saudável

Se você estiver com sobrepeso ou obesidade, trabalhe com seu médico e ou nutricionista para criar um plano realista de perda de peso. Veja mais recursos de controle de peso e atividade física para ajudá-lo a se manter motivado.

Durma o suficiente

Procure dormir de 7 a 8 horas por noite. Se você tiver problemas para dormir, tome medidas para melhorar seus hábitos de sono.

Pare de fumar

Se você fuma ou usa outros produtos de tabaco, pare. Peça ajuda para não ter que fazer isso sozinho. É necessário apoio emocional para interromper o uso de cigarros.

Diminua a ingestão de álcool

Beber muito álcool pode aumentar sua pressão arterial e adicionar calorias extras, o que pode levar ao ganho de peso.

Explore atividades para reduzir o estresse

Aprender a gerenciar o estresse, relaxar e lidar com problemas pode melhorar a saúde emocional e física. A atividade física pode ajudar a reduzir o estresse, assim como as práticas da mente e do corpo, como meditação e yoga.

Gerenciar diabetes, pressão alta e doenças cardíacas

Se você tem diabetes, pressão alta ou doença cardíaca, a melhor maneira de proteger seus rins de danos é:

Mantenha os números de glicose no sangue próximos ao seu objetivo. Verificar seu nível de glicose no sangue ou açúcar no sangue é uma maneira importante de controlar seu diabetes. Sua equipe de saúde pode querer que você teste sua glicose no sangue uma ou mais vezes ao dia.

Mantenha seus números de pressão arterial próximos ao seu objetivo. A meta de pressão arterial para a maioria das pessoas com diabetes é abaixo de 140/90 mm Hg.

Tome todos os seus medicamentos conforme prescritosConverse com seu médico sobre certos medicamentos para pressão arterial, chamados Inibidores da enzima de conversão da angiotensina (IECA) e os antagonistas do receptor da angiotensina II (ARA II), que podem proteger seus rins.

Tenha cuidado com o uso diário de analgésicos de venda livre. O uso regular de anti-inflamatórios não esteroides (AINEs), como ibuprofeno, pode danificar seus rins. Saiba mais sobre medicamentos de venda livre e seus rins.

Para ajudar a prevenir ataques cardíacos e derrames, mantenha seus níveis de colesterol dentro dos limites recomendadosExistem dois tipos de colesterol no sangue: LDL e HDL. O LDL ou colesterol “ruim” pode se acumular e entupir os vasos sanguíneos, o que pode causar um ataque cardíaco ou derrame. O HDL ou colesterol “bom” ajuda a remover o colesterol “ruim” dos vasos sanguíneos. Um teste de colesterol também pode medir outro tipo de gordura no sangue chamada triglicerídeos.

Faça perguntas ao seu médico

Pergunte ao seu médico as seguintes perguntas importantes sobre sua saúde renal durante sua próxima consulta médica. Quanto mais cedo você souber que tem doença renal, mais cedo poderá receber tratamento para ajudar a proteger seus rins.

Perguntas-chave para o seu prestador de cuidados de saúde:

  • Qual é a minha taxa de filtração glomerular (TFG)?
  • Qual é o meu resultado de albumina na urina?
  • Qual é a minha pressão arterial?
  • Qual é a minha glicose no sangue (para pessoas com diabetes)?
  • Com que frequência devo verificar meus rins?

Outras questões importantes:

  • O que devo fazer para manter meus rins saudáveis?
  • Preciso tomar medicamentos diferentes?
  • Devo ser mais fisicamente ativo?
  • Que tipo de atividade física posso fazer?
  • O que posso comer?
  • Estou com um peso saudável?
  • Preciso falar com um nutricionista para obter ajuda com o planejamento das refeições?
  • Devo tomar inibidores da IECA ou ARA II para meus rins?
  • O que acontece se eu tiver doença renal crônica (DRC)?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.